Pensamentos, Texto

É moda apreciar a solidão

21 de julho de 2016

hands

Esses dias, eu estava conversando com uma amiga sobre a desilusão que é a sua vida amorosa. Segundo ela, é quase impossível encontrar um cara que realmente queira um relacionamento. Depois de conversamos sobre a forma que as pessoas se relacionam atualmente, nós resumimos que as pessoas estão cada vez mais egoístas e esse egoísmo se estende aos relacionamentos.

Fiquei com isso na cabeça. Comecei a pensar nos principais motivos de términos de namoros das pessoas ao meu redor e percebi que não está difícil achar alguém, e, sim, achar um alguém que se comprometa de verdade. Ninguém mais quer dividir a vida de fato com outra pessoa, apenas desejam a diversão, a parte boa de uma relação.

O raro hoje em dia não é você encontrar uma pessoa que queira dar uns beijos ou que queira um sexo casual, mas encontrar aquela pessoa que viva seus problemas com você, que não vá sair correndo na primeira adversidade alegando que “já tem problemas demais para resolver”. Essa parte, meus amigos, é a mais difícil.

Essa distância gera relacionamentos superficiais, aqueles namoros onde as pessoas não falam o que realmente sentem, não demostram afeto, não se importam de fato com o outro. Esse tipo de relacionamento é fadado ao fracasso.

A frustração é enorme. Nunca nos sentimos tão sozinhos, mesmo rodeados de gente, de acontecimentos e de distrações. Nos protegemos tanto para não sofrer que acabamos por sentir nada.

Portanto, se você faz parte da exceção que encontrou um alguém que diga “seu problema é meu também, vamos resolver juntos” ou que chore suas angústias, te escute e te apoie em qualquer situação, saiba que você vive um relacionamento de verdade. Essa sorte é para poucos atualmente.

Na selva atual dos apaixonados é moda apreciar a solidão.

Sem Comentários

Deixe um comentário

Continue lendo